A primeira história

Aí ontem enquanto eu corria pra fazer o jantar, chega Aninha com um desenho bizarro (ela odeia desenhar e deixa claro isso nos bonequinhos com linhas retas e um círculo que lembra bem de longe uma cabeça).

– Mamãe, para o que você tá fazendo que vou te contar a minha primeira história.
– Você lembra a primeira história que te contei, filha?
– Não, mamãe, a primeira história que EU inventei.

(mães nem sempre entendem as crias)

– Conta, Pi.

Vou resumir porque era tipo g.i.g.a.n.t.e:

Um menino branco e um menino negro na escola. Menino branco não quer brincar com menino negro. Xinga o menino negro que não deixa barato e leva o caso para a direção da escola, que chama as duas famílias. A família do menino branco fica passada com o fato de ter um filho racista e o deixa de castigo.

(interrompi a história no meio pra pedir que ela contasse tudo de novo pra eu fazer um vídeo, mas ela respondeu: “contar tudo de novo, tá doida? Não lembro mais o começo).

O menino branco, no dia seguinte, continua sendo racista. Menino negro leva novamente o caso às “autoridades da escola” <<<<< ela disse exatamente isso Emoticon grin ….famílias são chamadas novamente. Mãe do menino branco chora de vergonha, mãe do menino negro chora de raiva. Menino negro e menino branco ficam sem se falar por alguns dias. Menino branco tenta ser amigo do menino negro, que aceita a amizade, mas com uma condição: “m.e.l.h.o.r.e, menino branco”.

tumblr_nii84ynN0z1u8kmzgo1_1280